James Gunn acredita que filmes de super-herói podem saturar se não passarem por reformulação

Em entrevista ao The Irish Times, o diretor James Gunn comentou um pouco sobre o futuro dos filmes de super-herói, que dominam o mercado há mais de 10 anos. O cineasta acredita que, se não houver uma reformulação no gênero, ele pode ter o mesmo destino que os filmes de faroeste.

“Sabemos como isso acabou no faroeste, ou até mesmo filmes de guerra. Não sei, acho que você não tem que ser um gênio para colocar dois e dois juntos e ver que há um ciclo para esse tipo de filme (quadrinhos/super-heróis). Você sabe, a única esperança para o futuro desse gênero é mudá-lo. Nesse momento, estão ficando cada vez mais chatos para mim.”

Comentou.

“Eu os amava no começo. Eu estava muito animado quando começaram a fazer esses filmes. Era sobre os efeitos visuais quando vi ‎‎’Superman’ quando‎‎ criança. Eu ainda amo aquele filme. Ok, eu sei, é um cara suspenso com cabos e auxiliado por telas azuis. Então, quando ‘Homem de‎‎ Ferro’ saiu, fiquei tão empolgado quanto. Você era capaz de fazer um cara voar por aí, em uma armadura, de um jeito como se fosse real. E isso foi uma coisa linda. Mas, se os filmes não mudarem, vão ficar muito, muito chatos.”

O próximo filme de Gunn, O Esquadrão Suicida, tem estreia marcada para 5 de Agosto no Brasil. Além disso, ele também vai dirigir o terceiro Guardiões da Galáxia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s